Meningite pode deixar sequelas graves: entenda os casos e recomendações

Quais as possíveis sequelas da meningite?

Depois da introdução da vacina Haemophilus influenzae tipo b (Hib), vacina pneumocócica e vacina meningocócica C (todas elas protegem contra bactérias que podem causar meningite), a meningite viral passou a ser a mais comum no Brasil. A meningite viral geralmente é benigna e pode ser tratada com maior facilidade, sem grandes complicações futuras.

Já a meningite bacteriana pode apresentar sequelas gravíssimas para o paciente infectado. Tudo varia de pessoa para pessoa e da gravidade de cada caso, pois quanto mais grave for a infecção, maiores são as chances de complicações.

Sequelas em longo prazo

As sequelas causadas em longo prazo são:

  • Convulsões;
  • Problemas de memória e concentração;
  • Incontinência urinária;
  • Paralisia de membros;
  • Problemas nos rins;
  • Amputação de membros;
  • Perda de audição e visão.

Sequelas em recém-nascidos e bebês

Em recém-nascidos e bebês as sequelas podem ser:

  • Hidrocefalia;
  • Dificuldade de aprendizagem;
  • Perda de audição e visão;
  • Atraso no desenvolvimento motor;
  • Paralisia cerebral;
  • Problemas de equilíbrio.

Qual o tratamento das sequelas de meningite?

O tratamento é indicado de acordo com cada sequela deixada pela doença. O profissional pode tratar as sequelas do paciente usando próteses, cirurgias, medicamentos, fisioterapia, entre outros. Toda criança que teve meningite deve ser acompanhada por um médico, que deverá estar vigilante e pedir exames para diagnosticar precocemente alguma sequela e poder então recomendar o tratamento adequado para cada caso.

Como evitar sequelas de meningite viral e bacteriana?

vacina contra meningite é a melhor forma de prevenção da doença. É importante se atentar ao calendário de vacinação disponibilizado pela Sociedade Brasileira de Imunizações (SBIm) e manter as vacinas em dia.  Fique atento aos sintomas da meningite em bebê, que podem facilmente passar despercebidos por nós. Além disso, note a característica dor de cabeça da meningite para diagnóstico precoce da doença.

Fontes: BVS / Tua Saúde

 

Deixe um comentário